Encontro com a Palavra de Deus – III Domingo do Tempo Comum - ANO B

III DOMINGO TEMPO COMUM – ANO B

Domingo da Palavra de Deus

 

24 janeiro 2021

 

AS LEITURAS DO DIA 

Jonas 3, 1-5.10: Os ninivitas converteram-se do seu mau caminho.

Salmo, 24: Ensinai-me, Senhor, os vossos caminhos.

1Cor 7, 29-31: O cenário deste mundo é passageiro.

Evangelho Mc 1, 14-20: Arrependei-vos e acreditai no Evangelho.

 

 

A PALAVRA É MEDITADA

Estamos no momento fresco, onde nasce o Evangelho. Existe uma bela noticia a correr pela Galileia e é esta: cumpriu-se o tempo, o reino de Deus está próximo. Cumpriu-se o tempo, como quando se cumprem para uma mulher os dias do parto. E nasce, vem à luz o Reino de Deus. Jesus não explica o Reino, mostra-o como seu primeiro agir: liberta, cura, perdoa, tira barreiras, restitui plenitude de relação a todos, mesmo àqueles que são marcados pela exclusão. O Reino é cura do mal de viver, florescimento da vida em todas as suas formas.

A este movimento descendente, de pura raça, Jesus pede uma resposta: convertei-vos e acreditai no Evangelho. Imagino a conversão como o movimento do girassol, que levanta a corola todas as manhãs ao chegar o sol, que se move em direção à luz: «gi­rai-vos para a luz porque a luz já está aqui».

Acreditar no Evangelho é um acto que posso realizar todas as manhãs, sempre que acordo. Fazer memória de uma bela notícia: Deus está mais próximo hoje que ontem, está à obra no mundo, está a transformá-lo. E construir a jornada não tendo os olhos baixos, inclinados sobre os problemas a enfrentar, mas erguer a cabeça, elevando-a em direção á luz, em direção ao Senhor que diz: estou contigo, não te deixo mais, quero-te bem.

Acreditai no Evangelho. Não ao Evangelho, mas no Evangelho. Não só considerá-lo verdadeiro, mas entrar e deitar-se dentro, construir por cima dele a vida, com uma confiança que não darei a mais ninguém nem a mais nada.

Caminhando ao longo do mar da Galileia, Jesus viu ...

Jesus vê Simão e nele intui a Rocha.  Vê João e nele adivinha o discípulo das mais belas palavras de amor. Um dia olhará para a adúltera e nela verá a mulher capaz de amar bem. O seu olhar é criador.

O mestre olha também para mim, e não obstante os meus invernos vê o grão que germina, uma generosidade que eu não sabia que tinha, capacidades que não conhecia. É a total confiança de quem contempla as estrelas ainda antes que surjam.

Segui-me, vinde atrás de mim.  Não se alonga com explicações ou motivações, porque o motivo é ele, que te mete o Reino apenas nascido entre as mãos. E o diz com uma frase inédita, um pouco ilógica: farei de vós pescadores de homens. Como se dissesse: «farei de vós procuradores de tesouros». Meu e vosso tesouro é o homem. Tirá-lo-eis para fora da escuridão, como peixes de baixo da superfície das águas, como recém-nascidos das águas maternas, como tesouro desenterrado do campo. Levá-los-eis da vida submersa à vida no sol. Mostrareis que o homem, mesmo com as suas dificuldades, é feito para uma outra respiração, um outro ar, uma outra luz.

Vinde atrás de mim, ide em direção aos homens. Ter paixão por Cristo, que passa e se deixa para trás largos goles de vida; ter paixão pelo homem e dilatar os espaços que respira.

 

 

 

A PALAVRA É REZADA

Jesus, em quem mora a plenitude da divindade,  

Tu chamas todos os batizados "a fazer-se ao largo", percorrendo

a via da santidade.  

Suscita no coração dos jovens o desejo de ser no mundo

de hoje testemunhas da força do teu amor.  

Enche-os com o teu Espírito de força e prudência que os  

conduza ao profundo do mistério humano para que sejam capazes  

de descobrir a plena verdade de si e da sua vocação.  

Nosso Salvador, mandado pelo Pai para revelar o seu amor misericordioso,

faz à tua Igreja o dom de jovens prontos a fazer-se ao largo,

para ser entre os irmãos manifestação da tua presença que renova e salva.

Virgem Santa, Mãe do Redentor, guia segura no caminho para Deus e o próximo,

Tu que conservaste as suas palavras no íntimo do coração, fortalece com a

tua materna intercessão as famílias e as comunidades eclesiais, para que,

ajudem os adolescentes e os jovens a responder generosamente

ao chamamento do Senhor.

Ámen!

 

 

(In Qumran2.net, e LaChiesa.it: tradução livre de fr. José Augusto)

 


ankara web tasarım eşya depolama kocaeli escort izmit escort ataşehir escort adana escort escort bayan