Encontro com a Palavra de Deus – XVII Domingo do Tempo Comum - ANO A

XVII DOMINGO TEMPO COMUM – ANO A

    

                           26 de Julho 2020

 

AS LEITURAS DO DIA 

1Re3,5.7-12: Pede o que quiseres.

Salmo 118: Quanto amo, Senhor, a vossa lei.

Rom 8, 28-30: Deus concorre em tudo para o bem daqueles que o amam.

Evangelho Mt 13, 44-52: O reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido.

 

 

A PALAVRA É MEDITADA

A terceira parábola do evangelho de hoje, desenvolve um tema que já tratámos no domingo passado, portanto, olhemos para as outras duas.

Jesus diz que o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo. O homem que o encontra não o toma consigo, não o leva. Considera mais frutuoso comprar aquele campo; sinal que o tesouro é o próprio campo. De facto, o campo, a terra, é o lugar onde posso trabalhar, construir, convidar outros a trabalhar e a construir comigo para que o campo se torne verdadeiramente o meu tesouro e o tesouro de muitos. O campo é a vida, é cada lugar e realidade que me permite rezar e construir relações importantes. O campo é um tesouro porque é a terra prometida, o lugar onde se realiza o reino de Deus para nós.

Se descubro que é um tesouro e o bendigo, se me dou conta que é aquela perola que pode dar sentido e alegria a toda a minha vida, faço too o possível para o cultivar e o tornar fecundo.

Notemos que no final Jesus põe esta pergunta inquietante: "Compreendestes todas estas coisas?" Sinal que não o considera como descontado e, portanto, que não devemos considerá-lo descontado também nós. É preciso refletir e dar-lhe tempo.

Jesus convida-nos a ser como um escriba, alguém que lê e estuda, para amadurecer um discipulado sério e motivado. Para se tornar "semelhante a um dono de casa que tira do seu tesouro coisas novas e coisas antigas", isto é, que tem em si valores e tradições, mas que está também aberto às novidades de Jesus e de um Deus que todos os dias é capaz de inventar projetos, vocações, ideias novas.

Que o Senhor nos dê também a nós a sabedoria que Salomão pede para poder discernir o que é bem e o que é mal, útil e inútil, fonte de alegria, porque tudo concorre para o bem, para aqueles que amam a Deus, diz S. Paulo.

 

 

 

A PALAVRA É REZADA

 

«Admiro-te abraçar e ti, através da humildade,

com a força da fé e os braços da pobreza,

o tesouro incomparável,  

escondido no campo do mundo e dos corações humanos,  

com o qual se compra aquele  

que do nada tirou todas as coisas.

Coloca os teus olhos diante do espelho da eternidade,

coloca a tua alma no esplendor da glória,

coloca o teu coração naquele que é figura da divina substância,

e transforma-te inteiramente, por meio da contemplação,

na imagem da divindade dele.

Então tu experimentarás  

aquilo que está reservado apenas aos seus amigos,

e gostarás a secreta doçura,

que o próprio Deus reservou desde o início para aqueles que o amam.

Sem conceder sequer um olhar às seduções,

Que neste mundo falaz e irrequieto

estendem laços aos cegos que aí agarram o seu coração,

com toda ti mesma ama aquele

que por teu amor todo se deu».

(Clara d’Assis, Terceira carta a santa Inês de Praga)

 

 

(In Qumran, e La Chiesa: tradução livre de fr. José Augusto)

 


eşya depolama izmir escort kartal escort gebze escort antalya escort şişli escort ümraniye escort anadolu yakası escort saç ekimi porno mecidiyeköy escort anadolu yakası escort 1xbet best10
gaziantep escort