NUNCA DESESPERES!

VIVE, AMA, SONHA, ACREDITA...! NUNCA DESESPERES!

Caros amigos, um dos obstáculos ao chamamento do Senhor é, para muitos jovens que encontro, a falta de esperança: o medo parece ser mais forte, tal como o desencorajamento, o não sentido e a desconfiança. Impossível dar passos de gratuidade e amor e oferta de si nesta situação!  
Se o escuro e a noite prevalecem, na verdade, não existe futuro de alegria, não existe um horizonte ou um caminho a seguir pelo qual gastar-se.

Com referência a isto, numa audiência de quarta-feira, o Papa Francisco tratou maravilhosamente o tema da ESPERANÇA . Deixemo-nos guiar pelas suas palavras luminosas e encorajadoras: precisamos delas!

PAPA FRANCISCO FALA-NOS DA ESPERANÇA 

Uma catequese...maravilhosa! É preciso ler!!!

 

Caros irmãos e irmãs, bom dia!

A catequese de hoje tem por tema: “educar para a esperança”. E por isso eu a apresentarei directamente, com o “tu”, imaginando que estou a falar como educador, como um pai a um jovem, ou a qualquer pessoa aberta para aprender.

Pensa, ali onde Deus te semeou, espera! Sempre espera.

Não te rendas à noite” Recorda que o primeiro inimigo a submeter não está fora de ti: está dentro. Portanto, não concedas espaço aos pensamentos amargos, obscuros. Este mundo é o primeiro milagre que Deus fez, e Deus pôs nas nossas mãos a graça de novos prodígios. Fé e esperança caminham juntas. Acredita na existência das verdades mais altas e mais belas. Confia em Deus Criador, no Espirito Santo que move tudo para o bem, no abraço de Cristo que espera todo o homem no fim da sua existência; acredita, Ele espera-te. O mundo caminha graças ao olhar de tantos homens que abriram brechas, que construíram pontes, que sonharam e acreditaram; mesmo quando à sua volta se ouviam palavras de desprezo.

Nunca penses que a luta que travas cá em baixo seja de todo inútil. No final da existência não nos espera o naufrágio: em nós palpita uma semente de absoluto. Deus não desilude: se colocou uma esperança nos nossos corações, não a quer eliminar com contínuas frustrações. Tudo nasce para florir numa eterna primavera. Também Deus nos fez para florir. Recordo aquele diálogo, quando o carvalho pediu à amendoeira: “Fala-me de Deus”. E a amendoeira floresceu.

Seja onde for que te encontres, constrói! Se estás por terra, levanta-te! Nunca fiques caído, levanta-te, deixa-te ajudar para estares de pé. Se estás sentado, põe-te a caminho! Se o tédio te paralisa, esmaga-o com as obras de bem! Se te sentes vazio ou desmoralizado, pede que o Espirito Santo possa novamente preencher o teu nada.

Constrói a paz no meio dos homens, e não dês ouvidos a quem espalha ódio e divisões. Não ouças estas vozes. Os seres humanos, por mais que sejam diversos uns dos outros, foram criados para viver juntos. Nos contrastes, tem paciência: um dia descobrirás que cada um é depositário de um fragmento de verdade.

Ama as pessoas. Ama-as uma a uma. Respeita o caminho de todos, linear ou conturbado que seja, porque cada um tem a sua história para contar. Também cada um de nós tem a própria história para contar. Cada criança que nasce é a promessa de uma vida que uma vez mais se demonstra mais forte que a morte. Todo o amor que nasce é um poder de transformação que anseia pela felicidade.

Jesus entregou-nos uma luz que brilha nas trevas: defende-a, protege-a. Aquela única luz é a riqueza maior confiada à tua vida.

E sobretudo, sonha! Não tenhas medo de sonhar. Sonha! Sonha um mundo que ainda não se vê, mas que certamente chegará. A esperança leva-nos a creditar na existência de uma criação que se estende até à sua realização definitiva, quando Deus for tudo em todos. Os homens capazes de imaginação ofereceram ao homem descobertas científicas e tecnológicas. Passaram os oceanos, pisaram terras que nunca ninguém tinha pisado. Os homens que cultivaram esperanças são aqueles que venceram a escravidão, e trouxeram melhores condições de vida sobre esta terra.

Pensai nestes homens.

Sê responsável deste mundo e da vida de cada homem. Pensa que toda a injustiça contra um pobre é uma ferida aberta, e diminui a tua própria dignidade. A vida não acaba com a tua existência, e neste mundo virão outras gerações que sucederão à nossa, e muitas outras ainda.

E todos os dias pede a Deus o dom da coragem. Recorda-te que Jesus venceu por nós o medo. Ele venceu o medo! O nosso inimigo mais traiçoeiro não pode nada contra a fé. E quando te encontrares amedrontado diante de alguma dificuldade da vida, recorda-te que tu não vives só para ti mesmo.

No Batismo a tua vida já foi imersa no mistério da Trindade e tu pertences a Jesus. E se um dia fosses apanhado pelo susto, ou pensasses que o mal é demasiado grande para ser vencido, pensa simplesmente que Jesus vive em ti. E é Ele que, através de ti, com a sua mansidão quer submeter todos os inimigos do homem: o pecado, o ódio, o crime, a violência; todos nossos inimigos.

Tem sempre a coragem da verdade, porém recorda-te: não és superior a ninguém. Recorda-te disto: não és superior a ninguém. Se tu tivesses sido até o último a acreditar na verdade, não te diminuas por isso da companhia dos homens. Mesmo se tu vivesses no silêncio de um ermo, leva no coração os sofrimentos de todas as criaturas. És cristão; e na oração tudo entregas a Deus.

E cultiva ideais. Vive por qualquer coisa que supera o homem. E se um dia estes ideias tivessem que te pedir uma conta salgada para pagar, nunca deixes de os levar no teu coração. A fidelidade alcança tudo.

Se erras, levanta-te: nada é mais humano que cometer erros. E esses mesmos erros não se devem tornar para ti uma prisão. Não fiques engaiolado nos teus erros. O Filho de Deus veio não para os sãos, mas para os doentes: portanto veio também para ti. E se voltares a errar no futuro, não temas, levanta-te! Sabes porquê? Porque Deus é teu amigo.

Se te atinge a amargura, acredita firmemente em todas as pessoas que ainda trabalham pelo bem: na sua humildade existe uma semente de um mundo novo. Frequenta as pessoas que conservaram o coração como o de uma criança. Aprende da maravilha, cultiva a admiração.

Vive, ama, sonha, acredita. E, com a graça de Deus, nunca desesperes.

                                     PAPA FRANCISCO

 

Contactos em Portugal:

Frei Tibério - Lisboa: tiberiozilio@gmail.com

Frei Pedro - Coimbra: fmcpedro@gmail.com

Frei José Carlos - Viseu: freizecarlos@gmail.com

Frei André - Viseu: skand83@gmail.com